22 de agosto de 2013

Eu Vs. Eu

Calcei o tênis, abri a porta, corri para a rua.
Com a minha própria companhia hoje, somente a minha.
Nada a conversar a não ser com meus próprios pensamentos.
Nenhuma expectativa a superar exceto as que me propus,
nada a vencer além do próprio limite,
nada a cumprir além do que eu escolher.
Ninguém para competir, sou eu comigo mesma!
Tentando me superar, tentando ser fiel as minhas determinações e cumprir com os próprios objetivos.
Fonte: Reprodução/eofdreams.com
Dentro de cada ser tem uma motivação que impulsiona.
"Mais um quarteirão correndo, você consegue, força!"
Enquanto o suor escorre no rosto e o sorriso percorre os lábios.
"Eu posso!" - Esse momento não se encerra em si.
Essa conversa interna fica para mais diversas situações,
a confiança de acreditar no próprio poder é mágica.

O mundo pode nos confundir.
O encontro consigo mesmo é o mais verdadeiro, deveria ser um hábito.
A partir do encontro frequente comigo mesma,
posso me encontrar com outras pessoas de forma positiva. 
O caminho a seguir chama-se auto-conhecimento.
Que não sei aonde se chega exatamente mas que vale seguir adiante.
E que é particular a cada ser, nasce de forma sutil,
se manifesta do desejo, do pulso, da atitude, perseverança...

Fonte: Reprodução/1ms.net
Sempre estou mais a frente a cada dia, se escolher seguir.
Na bagagem dúvidas, medo, insegurança... pode saber.
mas também uma boa dose de coragem, certezas e fé para usar com sabedoria.

Saí a procura de mim, mas nunca me acho por completo.
Nem por isso devo parar de procurar, a vida é uma busca infinita.
Cada passo permite ver mais adiante e apresenta um caminho pela frente.
E quem saberá quanto mais terei que correr para me encontrar ? Eu vou!

O esforço pode precisar aumentar a medida que me acostumar com o que antes parecia difícil.
O desafio se justifica pelo prazer de tentar ser a melhor que posso a cada dia.
Corra! A vida não espera e você pode se encontrar mais adiante do que se vê.

Corro deixando para trás a poeira que o passo levanta na areia,
que embaça a vista de quem não olha para frente.
Corro pois quero o que tem adiante, para sentir mais mais viva, mais desperta.
Corro para assumir a direção do meu caminho,
ainda que não o conheça por completo e nem o possa sozinha,
corro para não precisar ser arrastada pela multidão para onde bem alguém entender.

Corro, nado, pedalo...
Encontro no esporte um fiel aliado e amigo para todas as horas!

Autora: Nathalia Wilke

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expressar Impressão