27 de outubro de 2013

As grandes batalhas da vida!

A vida se faz na ação, se faz no agir, se faz no presente, se faz em processo dinâmico, se modifica rapidamente ou continuamente, de forma grotesca ou sutilmente. O tempo imprime marcas, as escolhas moldam do corpo ao caráter e integridade de cada um.

Lutamos sempre e diariamente por condições melhores, por mais conhecimento, para sobreviver, ou melhor ainda para viver, para encontrar um lugar para ficar, para encontrar um lugar e se encontrar. Para cumprir horários, compromissos, para conquistar um espaço no mundo profissional, na vida dos outros ou na sua própria agenda para se dar ao luxo de fazer nada ou o que quiser.

Luta para entender as pessoas, o contexto, até mesmo se entender. Luta para ter dinheiro, luta para ter bens, luta pelo bem, luta para ter direitos, luta para saber, luta para proteger-se e a quem está ao redor, luta pela qualidade de vida, pelo bom físico, pela boa alimentação. Luta para ser reconhecido, luta para administrar responsabilidades, luta para cuidar de necessidades diárias. Luta para planejar, para decidir, para seguir, para vencer a preguiça, o tédio, a acomodação. Luta para vencer desafios, superar dificuldades, seguir em frente, luta para ser, luta para amar, para sentir-se feliz.

A vida é também poder reencontrar sua segurança, voltar do campo de batalha e descansar em paz, aconchego de lar, abraço de irmão, colo de pai, afago de mãe, carinho de vó, papo de tia, conversa de amigo, lambida de cachorro.

Fonte: Reprodução/ http://goo.gl/jskfAM
A vida é a força do sentimento, palavra e gesto... é respirar e inspirar, a si e aos outros... e é preciso a vida é aproximar e saber distanciar. A vida é voar e pousar, é ter ancoras e poder navegar. A vida é vento que bate, onda que vem, pássaro que voa... é natural. A vida é ter um o lar e pelo mundo viajar, é ter amigos e inimigos para poder não duvidar, é ter fibra, coragem, enfrentar. É perder, é ganhar, é tentar, é querer, é poder e não poder. A vida é doce, é amarga, é salgada, é experiência de momentos e é lembranças. É viver o presente, sonhar o futuro, reviver as saudades.

A vida é  poder desfrutar do que temos a graça de poder fazer...  é sentimento de paz, de dever cumprido, de bateria recarregada, de poder recomeçar, de ter um porto-seguro, de ter com quem contar, de se saber entendida, de saber renascer de si, de ter certeza de aceitação, de principalmente se aceitar, de poder olhar a vulnerabilidade frente as nossas batalhas...

E o quanto nossas batalhas são na verdade mais para a gente do que para o mundo... devemos viver nossa fases, nossas necessidades, nosso momento. A vida é a sensibilidade de saber a hora de entrar em cena e a hora de sorrateiramente sair, a hora de dizer e de calar. É entender que cada um tem a sua para cuidar... é saber seguir junto e saber que uma hora as estradas podem mudar.

A vida é um processo de evolução contínua, não é sacrifício mas esforço. Não é força contra alguém mas força de vontade para cumprir as determinações, valores e preceitos... estas são as armas que nos permitem vencer. E nas grandes batalhas da vida, somos nós contra nós... para decidir nossa história em cada pequena escolha que realizamos nesta jornada magnífica.

Autora: Nathalia Wilke

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expressar Impressão