16 de junho de 2015

Dança comigo essa vida?

Nas (an)danças da vida,
Eu, você, uma música, umas danças
Assim nos (re)conhecemos, na expressão do gesto e silêncio
Nos entendemos em um toque, um sorriso, um olhar
Só depois do frio na barriga vieram as palavras;
Narrativa e entorno para viver o que se sente

Quero levar o encanto da primeira noite
Levar uma vida de dança com você
Cada um com seu passo, num mesmo compasso
Na sintonia de uma música, cada um no seu espaço
Que se mistura, se alterna e amplia o do outro


Te sinto, te vejo, te ouço por onde vai e seu ritmo
Pode ser que a música aquiete ou agite
Pode ser que a gente vire, que gire, que fique
Por confiar hei de ir, pois cabe nós dois juntos no salão
Dentro da sua dança cabe a minha e da minha cabe a sua.

Não sei a próxima música, seu ou meu próximo passo.
Sei que seus braços me envolvem e sinto a liberdade.
Os olhares se cruzam e brilham felizes.
E a cada inspirar, cabe uma inspiração.
A cada batida do coração, mais vida.

E vamos conscientes do momento, fluindo em harmonia. Nossa vida é dança quando estamos juntos. Nossa dança é leve. O ritmo vai fácil, os passos se ajustam e a vida movimenta feliz. Por onde for quero continuar ao seu lado, de mãos dadas, ser seu par.

Autora: Nathalia Wilke

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expressar Impressão