20 de agosto de 2015

Investimentos

Quando nasci e ganhei uma conta em um Banco Especial. Não precisei pedir, acharam de bem que tivesse, basta ser humana para ter a sua por direito adquirido. Você recebe cedo para praticar o quanto antes como movimentá-la. Quando pouco maduro ainda se há pouco domínio de como investir, mas a gente cresce e aprende um pouco melhor. A questão é que o mercado pode ter variações bruscas, é dinâmico, exige atenção, é preciso focar nos investimentos mais importantes para a gente e desenvolver determinado tipo de inteligência cuja importância a sociedade ainda tem muito a aprender.

Não estamos falando de qualquer valor, o que contabiliza nessa conta emocional é diferenciado de todo bem material. Hoje cedo contabilizei para o meu saldo um beijo, um abraço, um sorriso e um carinho, comecei no verde. Ontem deixei no vermelho com um pensamento ruim, um medo e lágrima. Mesmo com muito investimento, naquele momento fiquei no vermelho, cai no especial, somou-se juros à sensação. Mas tudo já foi coberto por ter investido em valores e logo o resgate do que faz bem foi aplicado e o saldo normalizado.

Fonte: Reprodução/habilidadesdeinteraccionuvmtuxtla.blogspot.com
Tem o que não vale investir pelo custo-benefício, mas mesmo assim há quem insista em deixar no débito automático do ressentimento, que com frequência deixa vermelho no nosso saldo emocional. É importante cancelar e partir para investimentos mais assertivos.

Existem falsos investimentos, você apela aos valores monetários do consumismo desnecessário, exagera no álcool, excede na euforia e depois percebe que o envelope foi colocado vazio endereçado a você, parece que iria aumentar o saldo, por uns instantes você sente verde mas no final das contas, o depósito realizado não caiu na conta, não havia nada que pudesse contabilizar no seu saldo por ali.

Minha conta tem o saldo do que deposito ou depositam para mim quando aceito. Tem o que entra na conta em retribuição pelo que tenho feito e os afetos, sorrisos e gentilezas gratuitas. Assim como gratuitamente também podem tentar saquear do meu saldo por meio uma falta de educação gratuita, uma cara fechada ou desrespeito qualquer. Procuro não aceitar esses, ainda que as vezes seja complicada essa administração.

Fonte: Reprodução/aventurasmentais.wordpress.com
Não sei a quantidade a ser depositada diariamente e nem mesmo quanto tentarão saquear da minha conta emocional, é sempre surpresa. Tem afeto que confio, tem o que é solidário que aplica seus valores para me deixar no verde sem esperar que retribua da mesma maneira, como o caso dos pais. Seu retorno de investimento é nos ver bem. Tem amigos, que hora nos ajudam a equilibrar, hora nos solicitam auxílio e estabelecemos uma parceria por acreditar que seus valores vão render uma relação saudável, uma amizade duradoura e leal. Tem os que investem sem querer, por seu jeito de ser, os que por distração ou desconhecimento, sem intenção saqueiam.

Sei que a lógica desse banco é que quando quanto se aprende a investir mais e melhor, todos tendem a ganham.

Autora: Nathalia Wilke

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expressar Impressão